Home
CHAMADA PÚBLICA PARA CONSULTA TÉCNICA.
PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DISPOSIÇÃO FINAL DOS RESÍDUOS DESTINAÇÃO FINAL AMBIENTALMENTE ADEQUADA DOS RESÍDUOS PRODUZIDOS NOS PROCESSOS EMPREGADOS EM TRATAMENTO DE ESGOTO, PRECEDIDA DA EXPLORAÇÃO DO POTENCIAL ENERGÉTICO ATRAVÉS DO USO DO BIOGÁS E DO LODO PROVENIENTES DAS INSTALAÇÕES DA ETE BARUERI - SP




Contexto
Características ETE Barueri
Empreendimento Concebido pela Sabesp
Consulta Edital e TR
Esclarecimentos
Envie sua Contribuição
 
[O Contexto]

 
O lodo gerado nas Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) cresce proporcionalmente ao aumento dos serviços de coleta e tratamento de esgoto, que, por sua vez, deve acompanhar o crescimento populacional. Embora esse resíduo represente em média 1% a 2% do volume total do esgoto tratado, seu gerenciamento é bastante complexo e demanda custos elevados de disposição final.

Tendo em vista a crescente demanda de área para disposição final adequada do lodo e essas áreas cada vez mais distante dos grandes centros, buscam-se, soluções para destinação final e reciclagem do lodo de esgoto, transformando-o de rejeito à matéria-prima com valor agregado.

A questão pode ser melhor compreendida, deixando de ser um resíduo descartado para se transformar em insumo comercialmente viável para ser explorado por quem tenha vocação para tanto.

A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), sancionada pela Lei 12.305/2010 e regulamentada pelo Decreto 7.404/2010, representou uma radical mudança nos paradigmas da elaboração de políticas públicas no país. A PNRS define seus princípios, diretrizes, objetivos da mesma forma que seus instrumentos, distribuição de responsabilidades e a forma compartilhada da gestão dos resíduos sólidos, envolvendo Municípios, Estados, setor empresarial e sociedade civil, além de impor que empresas elaborem seus Planos de Gerenciamento de Resíduos Sólidos.

Dentre os resíduos destacam-se, segundo a origem, para fins deste trabalho, os dos serviços públicos de saneamento básico.

A SABESP dispõe de fontes alternativas de energia: BIOGÁS e LODO produzidos na ETE Barueri resultado do tratamento dos esgotos por esta ETE.

O processo de tratamento de esgoto gera resíduos sólidos não inertes, sendo que entre eles o lodo é o mais importante em virtude da quantidade gerada.

Encontrar formas alternativas de disposição desse lodo, de maneira a minimizar custos e impactos ambientais, representa uma prioridade para a área de P&D da SABESP.

O lodo de esgoto é um resíduo rico em matéria orgânica gerado durante o processo de tratamento de esgotos. Atualmente não existe aproveitamento para o LODO, sendo que o mesmo é encaminhado para um aterro sanitário.

O BIOGÁS é um combustível gerado no processo de biodigestão do lodo e possui alto poder calorífico. Atualmente é utilizado apenas para manter o aquecimento dos biodigestores e o excesso de BIOGÁS é queimado.

Diante deste cenário a Sabesp propõe o empreendimento aqui descrito como parte da solução do lodo da RMSP.